Lifting facial

O lifting facial, também conhecido por cirurgia na face ou ritidioplastia, surge como opção de tratamento para amenizar os efeitos da idade sobre o rosto.

Indicado para todos os pacientes que apresentam sinais claros de envelhecimento, queda da musculatura da face e diminuição da “maçã” do rosto.

Descrição

O lifting facial é um procedimento estético que pode ser realizado com o objetivo de diminuir as rugas do rosto e pescoço.

Anestesia

Anestesia local e sedação, mas alguns casos podem requerer anestesia geral.

Duração da cirurgia

A duração média do lifting facial é de três a quatro horas.

Período de internação

24 a 48 horas.

Cicatriz

Geralmente as incisões são feitas na região anterior a orelha e atrás desta, tornando as cicatrizes quase imperceptíveis.

Pré-operatório

Durante as consultas iniciais, o cirurgião plástico analisa de forma minuciosa as características faciais do paciente, traçando estratégias particulares para cada cirurgia.

Exames solicitados

  • Exames laboratoriais
  • Hemograma completo
  • Exame de urina
  • Risco cirúrgico

Pós-operatório

Geralmente no pós-operatório do lifting facial não há fortes dores. Em repouso, o paciente deve manter a cabeça levemente elevada visando diminuir o inchaço.
ENVIE SUA DÚVIDA

Tire suas dúvidas sobre Lipo HD
Nossa equipe irá respondê-lo!

Autor do conteúdo

Dr. Rogério Morale

Primeiro no estado de Goiás a realizar o treinamento Total Definer (treinamento internacional com o criador da técnica HIGH DEF LIPO, Dr. Alfredo Hoyos MD). Se tornou especialista em Lipoaspiração em Alta Definição (LIPO HD).
FALE COM O DR. ROGÉRIO MORALE - (62) 3241-2433

Dúvidas sobre Lifting facial

1. O que o Lifting facial trata?
O Lifting facial pode ser indicada para combater uma série de sinais de envelhecimento facial. São eles:
  • Flacidez da face;
  • Flacidez dos músculos e da pele do pescoço;
  • Queda das bochechas;
  • “Bigode chinês, ou sulcos em volta da boca;
  • Olheiras;
  • Sobrancelhas caídas;
  • Papada no queixo;
  • Linha de marionete nos lábios (aspecto triste na boca);
  • Frouxidão dos músculos da face e do pescoço;
  • Código de barras, ou seja, linhas verticais em volta dos lábios.
2. Preciso me internar?
Por se tratar de um procedimento realizado em ambiente hospitalar, é necessária internação por no mínimo 24 horas. 
3. Qual é a diferença entre lifting facial e ritidoplastia?
Estes procedimentos significam a mesma coisa. Eles são apenas sinônimos usados para se referir à cirurgia de rejuvenescimento facial. Nos tempos modernos, nós o chamamos de mini lifting, sendo a mesma coisa que lifting facial. Porém, em sua "origem", a ritidoplastia é caracterizada por cicatrizes no topo da cabeça de orelha a orelha dentro do couro cabeludo.
4. Ficarei muito inchado após o procedimento?
Em geral, o inchaço tende a melhorar com o uso de compressas frias nas 48 primeiras horas depois da cirurgia. Além de elevar a cabeceira da cama, outra medida recomendada no pós-operatório é a de evitar esforços físicos por dez dias e não tomar sol por 60 dias. Depois de uma semana, retiram-se os pontos e o inchaço melhora consideravelmente.
5. Qual é a diferença entre mini lifting e lifting facial?
Atualmente, a principal diferença entre mini lifting e lifting facial diz respeito à cicatriz. O lifting facial deixa uma cicatriz na frente e atrás da orelha, bem como uma em cima da cabeça, dentro do couro cabeludo de orelha a orelha, ao passo que o mini lifting não deixa essa cicatriz na cabeça. 
6. Que tipo de anestesia é utilizada?
Basicamente, dois tipos de anestesia podem ser utilizadas: anestesia geral e anestesia local com sedação. Importante: em ambos os casos, o(a) paciente recebe uma dose de medicação antes de ir ao centro cirúrgico para ficar calmo e tranquilo.